segunda-feira, 16 de outubro de 2017

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Que chegue quem tem que chegar,
 que se vá quem tem que ir, que doa o que tem que doer… 
que passe o que tem que passar.  
-Mário Benedetti-

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Príncipe não ela só quer um cara bacana - Fernando Oliveira

"Que seja forte, não em músculos, mas em personalidade. Que seja rico, não em dinheiro, mas em amor. Que seja simpático, não pra todas, só para quem tem respeito. Que seja bravo, não toda hora, só na cama. Que seja carinhoso, não todo dia, só depois de uma noite longa de muito amor. Que seja romântico, não sempre, só quando ela precisar. Que seja safado, não na rua, mas dentro de casa. Que a deixe livre, mas não solta. Que a prenda no coração, mas não sufoca."

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

A decepção se dá, porque são atribuídos ao outro, valores fictícios que atendem às nossas próprias vontades, mas não representam a verdade.
Estamos sempre listando as qualidades das pessoas com quem queremos conviver, mas nunca pensamos quais defeitos estamos preparados para admitir, como se o outro pudesse ser moldado somente de virtudes.

Existe  discrepância entre o que o outro é e o que você pensou que fosse há apenas uma lição a aprender: foi você quem colocou expectativas demais, esperanças demais e que confundiu demais o que é seu com o que é daquele outro. Decepções são somente a descoberta do que é e a comparação disto com o que você achou que fosse.



quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Relacionamentos- Arnaldo Jabor

Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte.
Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo
E nem sempre as coisas saem como você quer…
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
E nem todo sexo bom é para namorar
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.
Enfim…quem disse que ser adulto é fácil?
FATO – No tempo certo…Na hora certa.





terça-feira, 26 de setembro de 2017

Eu tenho uma revelação a fazer: talvez você nunca tenha amado...


"O apego diz: eu te amo, por isso eu quero que você me faça feliz. 
E o amor genuíno diz: eu te amo, por isso quero que você seja feliz. 
Se isso me incluir, ótimo! 
Se não me incluir, eu só quero a sua felicidade." 

 - Jetsunma Tenzim Palmo -

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Jogos Emocionais...



Você conhece os jogos emocionais?
Fez ou faz uso dessas práticas nas suas relações?

Grande parte das pessoas andam usando esses jogos em suas relações e conquistas amorosas. 

Jogos emocionais viraram para algumas pessoas a brincadeira predileta, do tipo : esconde - esconde ( eu sumo e você sai para procurar), ou pega- pega (estou sempre correndo quando você chega perto). E a mulherada sai atrás dos homens desesperadas, ele sumiu. Ele fugiu de mim.
Claro que tem homens que são vitimas também desse processo.

O que eu acho de tudo isso?
Li essa matéria no site  Superela da colunista Marcela Oliveira  e me identifiquei.

Não sei mais como me relacionar no meio de tanto desinteresse
Eu não sei me relacionar nos moldes de hoje. Eu não sei. Não sei tolerar desinteresse. Você conversa com a pessoa. A pessoa faz charminho e demora a responder. Então vem aquela questão: ou você manda outra mensagem em outro momento e corre o risco de ser taxada de chata ou desesperada, ou sei lá mais o que só pelo fato de se mostrar interessada. Ou então você desencana, e deixa a criatura te chamar quando quiser. Mas aí se corre o risco de ser taxada de fria! Como assim???
Eu não sei jogar esse jogo de quem pode mais. Quem corre mais atrás. Quem demonstra menos interesse. Esse jogo ridículo de egos inflados e de pessoas vazias que parecem viver para provar algo para alguém o tempo todo.

Eu não preciso provar para ninguém o quanto eu sou legal
O quanto eu sou interessante. Porque eu sou alguém que gosta de conversar, sou super bem-humorada, não pego no pé de ninguém, não gosto de ser inconveniente, não faço o tipo ciumenta psicopata e não tento prender ninguém. Tenho minha própria vida e sou do tipo incentivadora. Mas eu não preciso emitir um atestado de “pessoa legal” para o mundo saber das minhas qualidades. Não. Quem quiser conhecer minhas qualidades que trate de se aproximar de mim.
Se eu estou interessada em me relacionar e conhecer uma pessoa, e essa pessoa faz esse joguinho cansativo de desinteresse comigo, eu automaticamente perco o interesse.

Foi pensando nessas relações plásticas de hoje em dia que afirmo: eu não sei me relacionar nos moldes de hoje. E esse é exatamente o tipo de coisa que não quero nem aprender. Um salve às pessoas que ainda sabem se relacionar!

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Desista das pessoas tóxicas



“Você é a média das cinco pessoas com as quais
passa mais tempo.” – Jim Rohn
As pessoas com quem passamos mais tempo, 
somam quem nos tornamos.